Além de novas restrições, modelo de cogestão está suspenso por sete dias para frear onda contágio provocada pelo novo coronavírus

O governo do Estado informou que todas as regiões do Rio Grande do Sul vão ficar em bandeira preta, ou seja, maior risco de epidemiológico no modelo de Distanciamento Controlado. A informação foi confirmada nesta quinta-feira, 25, porém, a divulgação oficial ocorre amanhã, durante apresentação do mapa sobre a situação da covid-19 no Rio Grande do Sul. Além de regras mais rígidas, o modelo de cogestão, adotado entre regiões e o Estado foi suspenso por uma semana, para tentar frear o avanço da doença. Com isso, as novas regras entram em vigor no sábado, 26, e seguem até a semana seguinte.

Com a decisão, todos os protocolos deverão ser impostos, sem alteração. O governador Eduardo Leite alertou, mais uma vez, sobre a grave crise na saúde e o possível colapso no sistema, visto que a ocupação de leitos de UTI está em 91,9%, ou seja, dos 2.707 espaços no RS, 2.488 estão ocupados com pacientes de covid-19 e de outras comorbidades. Cerca de 53% das internações nos hospitais gaúchos são ocasionadas por infectados pela doença.

Leite acredita que em uma semana com regras mais rígidas, a situação pode ser controlada e o sistema de saúde saia da situação de crise. Caso os números continuem em elevação, o chefe do Executivo disse que poderão ser endurecidas as restrições já impostas. “É um momento de urgência, precisa de comprometimento de todos. A situação é muito grave”, apontou Leite.

Famurs apoiou decisão de suspender modelo de cogestão

Com o apoio da Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) em suspender o modelo de cogestão pelo período de sete dias, Leite informou que a partir de sábado, 27, até o dia 7 de março, as regiões terão que cumprir os protocolos previstos às suas bandeiras, sem a possibilidade de adoção de regras mais brandas.

Nesta quinta-feira, 25, O Rio Grande do Sul chegou a 12.149 mortes por Covid-19 desde o início da pandemia. Somente nas últimas 24 horas, 120 óbitos foram inseridos no levantamento. Até o momento, 624.831 gaúchos já foram infectados pela doença. Desse total, 94% já estão recuperados.

Comitê de Atenção ao Covid-19 em Bento analisa decisão

Após decisão do governo, integrantes do Gabinete de Atenção ao Coronavírus de Bento Gonçalves estiveram reunidos para analisar as novas determinações. Somente depois da publicação de um novo decreto do Governo do RS, a prefeitura deverá emitir as novas determinações que terão validade na Capital do Vinho e nos demais 496 municípios gaúchos.

Fotos: Itamar Aguiar / Palácio Piratini e João Pedrassani