O outono inicia no sábado, 19, às 6h38min. A nova estação do ano deverá ser marcada pelas temperaturas agradáveis, próximas ou acima das médias históricas em grande parte do Rio Grande do Sul. Há possibilidade de períodos de frio, porém, em momentos pontuais, sem muita intensidade. Por ser um período de transição entre o verão e o inverno, o calor também deverá deixar sua marca nos próximos meses. Entre abril e maio, as temperaturas poderão subir nos chamados “veranicos”. Não está descartado esse fenômeno em junho, às vésperas da estação mais fria do ano.

Até a metade de abril, a meteorologia prevê temperaturas mais elevadas. Entre a segunda quinzena do mês, os dias começam a ficar mais amenos e a tendência de frio também pode ser sentida. Não está descartada a possibilidade de geada. A mudança no clima diurno e noturno também é uma marca da estação das folhas. Dependendo das condições climáticas, a mudança nos termômetros pode varia até 20ºC no mesmo dia.

Para o outono, a expectativa é de que a chuva fique abaixo da média no Rio Grande do Sul, com precipitações irregulares. Tudo, em razão das frentes frias e dos centros de baixa pressão que se formam. Somente em junho é que este cenário poderá mudar, com a atuação de frentes quentes, provocando altos volumes de chuva, acompanhados de temporais e descargas elétricas.