As polêmicas envolvendo as eleições do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), não ficaram apenas no pleito de 2020. Nesta terça-feira, 30, a Justiça suspendeu a realização das eleições da entidade que estavam previstas para ocorrer nas próximas semanas. A decisão vai ao encontro de um pedido da 2º Delegacia de Polícia de Porto Alegre, responsável pelas investigações envolvendo o ex-presidente e atual candidato, Manoelito Savaris. Segundo a polícia, a suspensão vai evitar possíveis prejuízos às investigações.

Hoje, pela manhã, a polícia realizou buscas na residência e em um sítio de Savaris, em Caxias do Sul. O inquérito policial apura suspeitas de desvios de recursos públicos repassados à TV Tradição pela Fundação Cultural Gaúcha, que era sócia da emissora, juntamente com o tradicionalista.

Savaris não quis se pronunciar, mas disse que irá se manifestar no “fórum adequado”. Os representantes da TV tradição negam irregularidades e afirmam nunca terem repassado recursos financeiros a Savaris.

Foto: MTG / Divulgação