A Miss Brasil, Júlia Gama, de 27 anos, ficou em segundo lugar na grande final do concurso Miss Universo, realizado na noite de domingo, 16, na Flórida, Estados Unidos. A gaúcha, natural de Porto Alegre, ficou atrás da mexicana Andrea Meza, de 26 anos. O Brasil não vence o Miss Universo desde 1968 (antes, ganhou também em 1963). E não conquistava o segundo lugar desde 2007, quando a mineira Natalia Guimarães também quase levou o título.

Na edição deste ano, o formato foi modificado, abolindo o sistema que escolhia cinco finalistas de cada continente. Nesta edição, foram 21 semi-finalistas, que foram sendo escolhidas, até chegar no top cinco. Durante o momento tradicional das perguntas, a brasileira falou sobre o tema “mulheres ainda são consideradas incapazes de ser líderes mundiais, convença o mundo do contrário”. Em sua resposta, Júlia disse que as mulheres são uma parte muito importante da sociedade. “Só porque não somos encorajadas da mesma forma que homens são, nosso potencial é desperdiçado. O mundo precisa da contribuição das mulheres porque estamos aqui por um motivo e eu convido todas as mulheres a entender que somos as líderes das nossas vidas e sim, podemos fazer muito por nossas comunidades. Então por favor, usem seu poder”, disse ela.

Foto: Rodrigo Varela / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP