A Serra Gaúcha permaneceu na bandeira vermelha, conforme aponta o mapa preliminar do modelo de Distanciamento Controlado do Governo do Rio Grande do Sul. A relação foi divulgada no final da tarde de sexta-feira, 4 de dezembro e colocou 20 regiões em nível avançado de contágio do novo coronavírus. Apenas a área de Taquara conseguiu retornar para bandeira laranja, considerado nível médio de contaminação.

De acordo com o Governo, a situação piorou na comparação com a semana passada. Conforme os números apresentados pelo Comitê de Crise Estadual, houve aumento de 20% nos casos ativos de Covid-19, de 15% de internações em leitos clínicos e 29% de elevação do número de mortos nos últimos sete dias. Atualmente, há menos de 500 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis em todo o RS.

Conforme o governador Eduardo Leite, a população precisa reforçar os cuidados e reduzir a circulação para conter a propagação da covid-19. “Não é hora de aglomerações. Reduzir contatos é muito importante nesse momento, porque quebramos o ciclo de contágio”, afirma. No início da semana, Leite suspendeu o modelo de cogestão entre as regiões para tentar reduzir a curva de contágio.

As regiões com maior número de novos registros de hospitalizações na semana, por local de residência do paciente, são Porto Alegre (267), Caxias do Sul (162), Passo Fundo (111), Novo Hamburgo (92), Pelotas (76) e Canoas (73).

Resumo da 31ª Rodada

Passou de Laranja para a Vermelha – Guaíba e Cachoeira do Sul
Permanecem na vermelha – Bagé, Canoas, Capão da Canoa, Caxias do Sul, Cruz Alta, Erechim, Ijuí, Lajeado, Novo Hamburgo, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa, Santo Ângelo e Uruguaiana.
Passou de Vermelha para Laranja – Taquara