Nas próximas horas, um novo decreto deverá ser publicado com as alterações realizadas, possibilitando o retorno das aulas presenciais em todo o Rio Grande do Sul

A bandeira vermelha vai retornar em todas as regiões do Rio Grande do Sul a partir desta terça-feira, 27. É o que foi decidido durante a reunião de emergência realizada com o governador Eduardo Leite e lideranças políticas na manhã de hoje. Com a decisão, a salvaguarda da bandeira preta regional só será utilizada caso haja elevação no indicador de leitos.

Conforme a mudança apresentada pelo Governo, a bandeira preta só voltará a ser acionada no Estado, quando o indicador da ocupação de leitos atingir 0,35, ou seja, cerca de uma vaga nas UTIs para cada três pacientes em tratamento intensivo para o coronavírus. Automaticamente, a desativação deverá ocorrer após 14 dias, caso haja melhora no cenário. “A salvaguarda da bandeira preta regional será extinta – sendo mantida a da bandeira vermelha. Assim, todo o Estado estará em bandeira vermelha a partir da publicação de um novo decreto”, afirma o governo.

Nas próximas horas, um novo decreto deverá ser publicado com as alterações realizadas, possibilitando o retorno das aulas presenciais em todo o Rio Grande do Sul.

Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini